quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

NADA SERÁ FEITO ANTES DE 2014




Como foi dito na última postagem, nada será feito por esse governo em matéria de melhorias salariais verdadeiras. Cabral está usando de subterfugios e medidas paleativas para ganhar tempo, só isso. Vou copiar o que disse um coronel dos anos 80: "Nós não conseguiremos nada desse governo sem um ato se extrema indisciplina." GREVE JÁ! Infelizmente vejo que poucos oficiais da polícia militar, principalmente os superiores estão nessa empreitada junto com seus homens. Triste. Pensei que comandar significava se importar com seus comandados. Gente, a Policia Militar é o pilar do Rio, sem a PM nada, nada mesmo funciona, tudo por conta da condição de cidade sitiada pela marginalidade. Se a PM na imagem de seus oficiais desse um ultimato ao governador ele daria à PM o que ela pedisse, era só ter união e tanto as praças quanto o oficialato sairiam dessa penumbra e teriam seu poder aquisitivo de volta. Um coronel na DGP (geladeira) poderia estar com um salário de R$18.000,00 sem estar comandando nada e por aí vai, o oficial subalterno voltaria a ser classe b de verdade e o praça sairia da miséria. Era só haver a união de todos. Enquanto não houver união real a polícia vai continuar sendo boa só para quem está exercendo cargos de comando e chefia e, lógico, para os corruptos. Você que não quer se manifestar se enquandra em qual dessas duas categorias? Ou é simplesmente covarde e acomodado?


Abaixo mais uma tabela do "O Dia" cedida pela equipe do governo. Verdade ou mentira?



Um comentário:

Alexisidoro disse...

Já percebo de que as coisas não serão tão óbvias, hoje um amigo questionou o que vai acontecer no dia "D", o que devemos fazer ou seguir, falta liderança e raciocínio, seria racional lideranças em cada BPM pois poucos são aqueles que realmente assumem a postura de saber organizar e liderar uma patuleia que a muito desconhece o seu tamanho e o seu poder.