quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

"BABADO" FORTE NA PMERJ!!!!




Ao que parece alguém, finalmente, enxergou e se importou com o uso indevido das forças policiais em seus horários de folga nos eventos particulares. O texto abaixo foi extraído do blog "Santa Bárbara e Rebouças", que acompanho com muito atenção devido ao conteúdo variado e interessante. Leiam com atenção.

"A questão do uso da força policial estadual e pública em eventos privados e patrocinados por empresas chegou finalmente à Assembléia Legislativa. O deputado estadual Flávio Bolsonaro (PP), que está bem à parte da questão dos fantasmas de gabinete (não tem nenhum mesmo), entra hoje com requerimento de informações ao Poder Executivo e, digamos, entra de sola na questão do show de Cláudia Leitte ocorrido no dia 17 de fevereiro e comentado neste blog.Por sinal, objeto de pesquisa que terminou com o resultado previsível: só 7% aprovaram o uso de policiais para a segurança de evento patrocinado.No requerimento, Bolsonaro pede que o comandante-geral Gilson Pitta Lopes explique o contingente usado, de onde foi tirado e quantas segundas folgas foram perdidas para apoiar um evento em que quem ganhou mesmo foi o patrocinador (em exposição de imagem) e a prefeitura do Rio.Tende a dar polêmica. Se houvesse uma grande liderança hoje na PMERJ (reconheço que o coronel Ubiratan era uma delas), e não fora dela, em outros meios da vida social, certamente era uma batalha a ser encampada.Agora, o que deve "pegar" mesmo é que o deputado solicita cópia do processo completo do "nada a opor" concedido pelo comando do 19ºBPM (Copacabana) para a realização do evento. Aí realmente vamos ter um babado novo..." Fonte: Santa Bárbara e Rebouças

Concordando com o jornalista e fazendo um adendo muito meu: Vamos ter um babado novo e pelo visto muito forte!!!! Maiores informações no blog Santa Bárbara e Rebouças .

13 comentários:

Anônimo disse...

NÃO SOU FAN DO CMT GERAL E NEM DO CMT DO 19 , EU SEI QUE MUITAS DAS VEZES PENSAR NÃO É A ATIVIDADE FAVORITA DAS PESSOAS , MAS SÓ UMA VEZ NÃO VAI DOER .
SE FOSSE ILEGAL COLOCAR POLICIAMENTO NESSE EVENTO , ELES NÃO SÃO IDIOTAS E NÃO COLOCARIAM , ASSIM TAMBÉM OCORRE NOS ESTÁDIO DE FUTEBOL , TÊEM-SE QUE MUDAR AS LEIS , SE EXISTE TAXA DE INCÊNDIOI , POR QUE NÃO TAXA DE POLICIAMENTO.

Silvia Gomes disse...

O grande problema não é ser ilegal o uso da força policial, mas é, pelo menos, imoral o uso dos policiais em seus DIAS DE FOLGA para benefício financeiro de um patrocinador particular que ganha rios de dinheiro com isso. Todos gostam de ter folga, o policial não teria o mesmo direito?

Anônimo disse...

Sra silvia , bom dia , também sou contra policiamento interno em eventos privados , mas o extra é reflexo do famigerado dia sim dia não e dos discutíveis ifp :
hoje na pmerj , existem 2 pms fazendo o mesmo serviço burocrático , um cada dia , tudo para atender o dia sim dia não e aos oficiais e praças que são donos de segurança , a população e os demais policiais que se lixem ,
aos donos de segurança , quanto menos os policiais ganharem, melhor , existindo assim um excesso de mão de obra barata , até porque bombeiros , policiais civis e pi tambem fazem segurança , e tambem por tabela as milícias são atendidas.
Têem-se que pagar bem ao policial para que não seja necessário haver o dia sim dia não , e aí sem concurso vão sobrar policiais.
tem que haver mais rigor na concessão de ifp , senão só quem trabalha é o apto .

Mônica disse...

Os oficiais médicos já são instruidos a colocar o maxímo de policiais na rua dificultando ao máximo o IFP, mas o que fazer com quem está de IFP? O que fazer com um policial que está se recuperando de um tiro, ou com hérnia de disco ou pela psiquiatria? Coloca-los na rua ou tirando serviço de P.O? Quem vai se respossabilizar com o que acontecer a saúde de um policial fazendo fisioterapia ou se responsabilizar pelo que um IFP SINAS fizer na rua? Acho, meu caro oficial, que deveriamos rever as escalas de serviço isso sim, colocar o policial para tirar no mínimo 12x60h, hora extra e adicional noturno, e não escalar o policial de folga para tirar serviço em todos os eventos que se é solicitado.

http://pracasdamerj.blogspot.com/

Anônimo disse...

Acho que seria muito interessante lembrar que generalizar não é correto. Afinal da mesma forma que existem maus oficiais, existem tb maus praças. Praças que vendem oficiais que tem que fazer supervisão de alto escalão, fato que não aconteceu com meu marido por proteção de Deus e Nossa Senhora.E torno a dizer que, não podemos generalizar, pois tenho um exemplo em casa que oficiais honestos tb são perseguidos, o meu marido foi e só não foi punido pq teve a sorte de encontrar oficiais honestos pra julgá-lo, diferentemente do coronel que o acusou com ao respaldo do comandante intermediário da época.E como prêmio por ter acabado com nossas vida e de outros oficiais que queriam trabalhar honestamente, foi promovido a comandante intermediário. E quanto a folga, o meu marido sempre que pode da folga aos seus motoristas e nossa casa tb é frequentada por eles como amigos, inclusive em eventos como aniversários, churrascos, etc.....
Existem oficiais e oficiais....Vamos ter cuidado pra não dividir ao inves de somar
Afinal queremos a mesma coisa.

Anônimo disse...

Dar folga aos seus motoristas. Estamos falando de policiais de verdade e não de apadrinhados. Motoristas, um delegado com muita autoridade e responsabilidade não tem motoristas, estamos cansados dessa mordomia e demagogia barata. Por favor companheiros, não dêem atenção a nada disso, está parecendo até a literatura de cordel.
Falta pouco e vamos acabar com esse grande Feudo.
Chega de pensar que somos analfabetos. Por favor, vá postar em outro lugar. desculpe-me a indelicadeza, mas não pude agüentar.

Silvia Gomes disse...

Sr. Anônimo das 16:06, está perdoado pela indelicadeza mas peço-lhe, por favor, que no próximo comentário tenha mais cuidado. Quanto a esposa do oficial gostaria que ela compreendesse que quando falamos em folgas, estamos nos referindo as folgas entre a escala de serviço, aquelas que fazem com que o trabalhador cumpra sua carga horária sem excessos e dentro da lei, o que não acontece com o policial militar. O policiamento em eventos de cunho particular quando ocorridos em locais públicos é realmente de alçada da polícia, porém se forem empregar policiais de folga nesses eventos eles deveriam ganhar extra por isso, afinal não é assim que ocorre com o trabalhador comum?

Anônimo disse...

essas leis de hora extra já foram feitas pelos oficiais há tempos , o problema não é por culpa dos oficiais , não há interesse do governo , leia-se governador , porque a maioria dos oficiais e praças já estão cooptados por interesses diversos , gratificações, celular , viatura , dia sim dia não , bico na milícia , fechamento de comércio , arrego na boca , á disposição de políticos , bico honesto como taxista , professor , pedreiro , árbitro de futebol ,extorsões ao público externo , e pasmem ao interno , proximidade da reforma , "segurança " de transporte alternativo , gatonet , enfim motivos não bastam para desmobilizar o pm.

Anônimo disse...

Como também sobram motivos para contribuir com o moral baixo da tropa:

A PMERJ:

Não investiga a morte de nenhum PM;
não é igual para todos;
não respeita a hora de folga do praça;
não tem oficiais justos na Sjd;
não valoriza quem trababalha certo;
não cumpre nem seu próprio regulamento e estatuto;
não faz nada pelos seus homens;

Cargo de comandante geral é só para colocar o policia na rua e participar de formaturas, festinhas e ir aos poucos enterros de oficiais?

Quando essa policia vai mudar para que não precisemos mais (depois de conhecer a PMERJ por dentro)fazer prova para outra policial para sermos policiais de verdade?

Anônimo disse...

se a morte da maioria dos pms for investigada a fundo , a maioria perde o ato de serviço que ampara a viúva , quem é pm sabe disso .
em qualquer firma existem tratamentos diferenciados para níveis diferenciados , isto é ascenção.
vc tem razão quanto a não serem respeitadas as horas de folga , isto é culpa do dia sim dia não , uns trabalham de menos para outros tirarem extras.
Oficiais justoa na sjd seriam o que fariam o que os indiciados querem, ou os que apuram com rigor?
trabalhar corretamente é obrigação de todos nós.
nosso estatuto realmente tem que ser atualizado é uma colcha de retalhos , faca de dois gumes , pode ser usado para o bem e para o mal .
vcs ações de governador aos oficiais .
pensem não doi.

Anônimo disse...

A escala de serviço da PM é desumana por culpa dos oficiais não é o governador quem faz a escala!!!! infelizmente não tem nada que regulamente o horário de serviço e as escalas logo, fica a cargo dos oficiais, e como eles não bancão os mesmos serviços que as praças eles inventão a escala p/ que o serviço seja o mais sacrificate possível p/ o policial como 12x36 ( tanto de dia quanto à noite), 12x24/12x48, 24x48 e etc, depois ainda querem cobrar.O policial não recebe o fardamento é obrigado a se sujeitar aquela alimentação que é feita da pior maneira possível não por culpa do cozinheiro mas por eles que conpram o pior alimento e mais barato possível p/ sobrar uns "trocadinhos" p/ manutenção do batalhão que diga-se de passagem estão entregue as baratas.Ouvi um come no meu BTL um colega perguntou ao sub-tenente se ele largando de serviço´às 22:00 poderia esta de serviço extra no OUTRO dia pois o sua escala não tem segunda folga (12X36) e a resposta foi que sim pois aLEGA-SE NECESSIDADE DE SERVIÇO e por isso o comando estaria embazado p/ tal conclusão, o colega trabalhou no outro dia de extra mesmo não tendo segunda folga p/ que não ficar preso é melhor perder un sábado ou domingo do que perder 15 ou 30 dias preso;O curioso é que a necessidade de serviço é p/ um evento como o da claudia leite,roling stones ,inauguração de árvore de natal da "BRADESCO", na praia,no dia 31/12 ,no carnaval e etc; Na minha humilde destorceram o verdadeiro sentido p/ a necessidade de serviço que seria em uma calamidade pública.

jorge luiz disse...

ainda nao consigo entender os criterios para as promoçoes dos coroneis, pois existem ten coroneis com mais de 33 anos que ainda não foram promovidos e não seram poi seram pegos pela expulssoria ex do comandante do CQPS UM EXELENTE OFICIAL mas nao teve a oportunidade da promoção

jorge luiz disse...

SERA QUE AGORA O COMANDO DA PMERJ VAI OLHAR PARA OS POLICIAIS QUE REALMENTE ESTAO PRECISANDO DE SEREM REFORMADOS