quinta-feira, 8 de março de 2012

Central de Boatos da PMERJ (Patrulhamento mortal e fim do paisano oficial)


Patrulhemento mortal e fim do paisano oficial
Silvia G. Lima

Amiguinhos estou boba com o que fiquei sabendo fuxicando as coisas do meu grandão. Sabe como é, entrando em seu e-mail, perguntando como quem não quer nada, e por aí vai, e ele acaba soltando um ou outro “boato” que rola dentro de seu BTL. Pelo que eu pude pescar a escala de serviço mudou, agora o policial tem mais tempo de folga, em contra partida existe uma determinação que se implante policiamento motorizado com apenas um policial, sim meus queridos leitores, você leu certo, APENAS UM PM em cada vtr. Eu achei um absurdo, mas deve ser pela redução de efetivo que a PMERJ teve com as mudanças das escalas. O que será que o Comandante Geral está pensando? Será que ele pensa que estamos no Texas, onde matar um policial tem como pena a prisão perpétua ou a injeção letal (pena de morte)? O que vai ter de policial ferido e, Deus me livre, morto, não vai estar gibi! Tudo isso por conta de um aumentinho me#da e uma melhoria da escala. Sr CG para isso ser implantado, antes temos que lutar para mudar nossa legislação e investir pesado em equipamento de segurança para nossos bravos homens de azul. Outra coisa, pare de encher os BTLs com ordens absurdas de baseamentos de vtr e solicitações de apoio, os BTLs não agüentam mais, será que o senhor não vê que não há efetivo para cumprir essas ordens e fazer o patrulhamento? Com isso, pelo menos no BTL que meu marido está lotado todas as vtrs disponíveis estão baseadas e não existe patrulhamento. Plagiando um filme nacional muito famoso – “Se quer condição, tem que dar condição.”

Outro boato muito forte é do fim de duas portas de entrada para ingressar na Polícia Militar, o que está deixando, detesto essa palavra, a tropa muito animada. Pelo que eu soube, em um futuro próximo, para ser oficial o cidadão deverá ter no mínimo dois anos de praça e ter nível superior e que o curso não vai ter duração maior que um ano. Vamos ver se isso realmente vingar, se os futuros oficiais por terem passado pelo sofrimento, vão infringir menos sofrimento a quem estará subordinado a eles. Meu grandão, apesar de estar estudando, me confessou que não tem vontade de fazer a prova, segundo ele é muito trabalho pra mais só 10 anos de serviço. Eu discordo, mas a vida é dele.

.
.

13 comentários:

Anônimo disse...

Os servidores da área de Segurança Pública do Rio vão receber, no próximo dia 15, os R$ 100 referentes ao auxílio-transporte de fevereiro. A data foi divulgada ontem, pela Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag). A pasta informou que o valor será depositado por meio de folha suplementar.

O Diário Oficial do estado publicou também ontem o Decreto 43.494/12, que regulamenta o pagamento do auxílio-transporte. O benefício será concedido independente do cargo, posto ou graduação para os servidores das seguintes áreas: Polícia Civil, Secretaria Estadual de Defesa Civil, Secretaria de Saúde, Secretaria de Segurança Pública, Instituto de Segurança Pública e Secretaria de Administração Penitenciária.

O auxílio não será pago aos servidores que estiverem afastados do serviço por mais de 15 dias dentro do período de um mês, exceto aqueles que estiverem participando de programa de treinamento.

É importante destacar que o auxílio-transporte não será pago no mês em que os servidores e militares receberem o adicional de férias.

De acordo com o decreto, os servidores também não terão direito ao valor se o órgão, entidade ou corporação proporcionar o deslocamento residência-trabalho e vice-versa, por meios próprios ou contratados

DIÁRIO E MENSAGENS DE SIMONE disse...

ESTAVA PESQUISANDO UNS BLOGS E ENCONTREI ESSE SEU MEU MARIDO E SARGENTO DA PM E ESTA SUSPENSO DE SUAS FUNÇOES GOSTARIA MUITO DE PODER CONTAR A HISTORIA DELE PRA QUE VC PUDESSE PUBLICAR NO SEU BLOG POIS E UM ABSURDO O QUE FAZEM COM ELE SE FOR POSSIVEL ENTRE EM CONTATO COMIGO POR EMAIL QUE RETORNO CONTANDO A HISTORIA AS PESSOAS PRECISAM SABER SOBRE AS INJUSTIÇAS QUE ACONTECEM DENTRO DA PMERJ E NO TJ.

DIÁRIO E MENSAGENS DE SIMONE disse...

ESQUECI DE MANDAR MEU EMAIL ESTRESSADA-SV@HOTMAIL.COM. AGUARDO CONATO

Anônimo disse...

Infelizmente o fato de terem sido soldados não farão deles oficiais melhores, ou mais humanos e conscientes das dificuldades dos praças. E só você se informar sobre os Oficiais QOA. A maioria infelizmente é mais rigorosa que os oficiais de escola(como se fala. Exigem sempre mais dos praças do que eles podem dar, cometem injustiças, parecem até que nunca foram praças. É só pesquisar, a maioria deles se comportam assim. Quando chegam a MAJOR então nem se fala, se sentem melhor e superiores até aos outros QOA.

Anônimo disse...

Nao se cale. Vc tem um valor muito grande junto a nossa Tropa. NAO SE CALE. CONTINUE COM AS POSTAGENS

Esposa de Praça da PMERJ disse...

Peço desculpas a quem lê meu blog, mas não está sendo fácil dentro de minha casa. Meu Grandão está sempre de olho no que escrevo e estou evitando brigas por causa de sua condição fragilizada por causa do câncer.

Consciência Política PM&BM disse...

Entenda que para conseguir mudar alguma coisa de interesse das corporações devemos saber que somente no Congresso é que poderemos, não digo que devemos esquecer as Câmaras Estaduais, não, mais devemos ter em mente que somente quando o Policial e Bombeiro Militar do Brasil quiser as mudanças preiteadas atendidas terá que ter uma bancada forte de deputados, assim teremos como muda a cara das PM e BM do Brasil, então temos que mudar o nosso foco, batalhar por reconhecimento, devemos ter em mente que somente assim conseguiremos as mudanças que queremos.

http://conscienciapoliticapmbm.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Olá! Sou OFICIAL e esposa de PRAÇA, ele é soldado e eu sou capitã.
Sou Oficial de escola, fiz CFO e vim do mundo civil (era paisana).
Querida, infelizmente sou obrigada a discordar dessa tua opinião sobre o oficialato. Pois, os oficiais mais escrotos que conheço são os QOAs!
Isso mesmo: os oficiais que vieram de praça, por saberem de todos os "desenrolos" pra enganar o Oficial, geralmente são os que mais esculacham os praças!
Eu, Capitão PM, de Escola, tenho orgulho de dizer que trato minha tropa como seres humanos que são!
Pense bem: "O que importa é ter amor pelo que se faz! E não querer descontar nos outros aquilo que se sofreu no passado!"
Boa noite!

Anônimo disse...

boa noite sou esposa de pm estou boba o comando o aqueles que diz ser humano esta tratando os pms como se fosse robo todos foram se cadastra para trabalhar na 2 folga so que estao sendo convocados na 1 folga esses homens ja e estressados como nos esposas vai aguentar essa ingnorancia do comando preciso saber como posso revendicar os direitos humanos tao falado por todos

Anônimo disse...

preciso saber se verdade da escala cruel de trabalhar nas folgas pode me responder obrigado

Anônimo disse...

pergunte se eles querem assinar a petição publica que precisa um milhão e tal,para desmilitarização,pois é alguma coisa tem que ser feita QOC,QOA,SGT,DE CURSO,SEM CURSO ONDE FOMOS PARA COM ISSO? só é bom para quem fabrica fardas.

Anônimo disse...

parece que este blog está abandonado!,pelo menos os colegas poderiam postar qualquer coisa aqui, desde julho meu! e ainda querem eleger colegas como? se um veículo desses de grande valia ninguém se interessa.cara a dona falou que não tem tempo custa colaborar? participe não decpcione nossa companheirae lutadora ajudaaeeee.

Anônimo disse...

Companheiros, sou SGT PM, Advogado e também, pela graça e misericórdia de Deus, sou Presbítero da Igreja Assembleia de Deus, tenho tentado usar este blog do SOS Bombeiros, como também o SOS PMERJ, após assistir tantas covardias contra vários colegas, quero informar que senti a necessidade de criar um projeto com objetivo de modificar as atrocidades que são cometidas contra as duas Instituições. Já estamos com projeto pronto. Vamos em 2014 elegermos 10 Deputados Estaduais e 5 Deputados Federais, já entramos em contato com os companheiros e a grande maioria já aceitaram o desafio, são Vereadores eleitos em suas Cidades e vão concorrer. O grupo já está formado mas ainda existem vagas. Importante, foi feito pesquisa de campo, onde a maioria dos entrevistados não aceitarão a participação direta de Oficias como candidatos a cargos políticos. Uma de nossas propostas, é no sentido de modificar a forma de indicação dos Comandantes Geral das duas Instituições. Passarão a serem escolhidos pelas tropas, através do voto interno, sendo eleitos, receberão imunidades, não podendo mais serem exonerados de seus cargos por intervenção política. Devendo tão somente respeitar as diretrizes do projeto. Podendo concorrer ao cargo de Comandante geral os Ten Cel BMs e Ten Cel PMs, se forem eleitos, serão automaticamente promovidos a Cel BM FUL e Cel PM FUL, podendo concorrer também os CEL BMs e PMs. Divulguem esta noticia e aguardem, é só o começo!