segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Diário de bordo

Oi meus amigos! Sei que tenho sido um pouquinho egoísta e me preocupado só com os meus problemas, mas sei que vocês entendem que a tormenta pela qual estou passando não me deixa cabeça para pensar em outras coisas, mas também preciso deixar claro a todos que meus problemas não me mantém totalmente “fora” do que acontece na PMERJ. Assistimos o nascer de um novo ano e parece que na nossa casa tudo segue como antes: salários ínfimos, riscos exagerados e a cada dia, mais policiais morrendo. Embora um pouco atrasada vim falar da cena horrenda que assisti pela TV da execução sumária do Sargento do 1º BPM. A cena foi nauseante, revoltante e a minha vontade era de sair gritando para cada policial que visse pela minha frente para sair pelas ruas caçando esses trastes e executando cada um da mesmíssima forma, mas como boa cristã que sou, olhei para o alto e pedi a Deus que recebesse o sargento em seus braços e que desse alento e conforto aos corações daqueles que o amavam e que aqui ficaram (se bem que uma boa caçada talvez fizesse esses tralhas voltarem a respeitar nossos bravos. Que saudades dos anos oitenta). Nesse primeiro mês do ano o que vi foi muito cruel e dolorido, porém o meu pensamento egoísta e mesquinho foi ainda mais doído, preciso confessar a vocês que agradeci por meu marido não estar nas ruas e depois caí em prantos, pois fiquei sem saber se não seria melhor que ele estivesse nas ruas combatendo e jogando nessa loteria da vida, onde vida e morte valem 50% cada uma, do que nesse jogo de azar onde a vida nos enfiou e que o deixa com a desvantagem de ter menos de 50% de tirar a sorte grande. Chorei muito! Nossa! Como doeu ter um pensamento ridículo assim. É claro que a saúde dele é infinitamente melhor que qualquer outra coisa, mas no momento em que assisti aquela cena o pavor de ter que ver meu marido ser fuzilado em frente a uma câmera e ter que chorar sobre o seu corpo ensangüentado me fez até esquecer que ele está com câncer e que isso também pode matá-lo. Desculpem-me os pensamentos funestos e lúgubres, mas tenho andando muito depressiva e os pensamentos ruins tem me acompanhado por isso vim até aqui desabafar. Preciso voltar a ir a minha psicóloga, ela me ajuda bastante e me faz pensar de outra forma e ver o mundo com outras cores, bem diferentes desse negro que tenho enxergado. O mais engraçado é que as coisas estão realmente melhores, meu grandão está reagindo muito bem à quimioterapia, seus exames estão ótimos, o cabelo dele não está caindo (grande preocupação do meu grandão) e ele mantém um quadro estável, parece que essa calmaria está me fazendo relaxar e quase sucumbir, às vezes tenho vontade que o dia não amanheça para que eu continue na cama, pelo menos os sonhos são bem melhore que a vida real, mas ninguém pode dormir o tempo todo não é? Então vou seguindo com a maré e pedindo a cada um de vocês que, além de orarem pela melhora do meu grandão, orem por mim e peçam que Deus me dê muita força, pois às vezes acho que vou falhar e eu não posso falhar com os meus três homens, meus grandes amores e as razões da minha vida.
Obrigada por, mais uma vez, me aturarem!
Um beijinho em cada um que teve a paciência de chegar até aqui, mesmo com tanto pessimismo!

11 comentários:

Mulher na Polícia disse...

Minha querida,

Será que tem alguém aqui assumindo mais peso do que deveria?

Linda... tem hora que a gente precisa cuidar da gente mesmo pra depois tentar ajudar outros.

Que você é uma mulher muito forte nós já sabemos, agora precisamos saber se VOCÊ está bem... Tá se cuidando? Hein?

Quero que você fique bem! Depois a gente pensa no resto.

Um beijo com muito carinho.

Nizário disse...

Olá, visitando toda Blogsfera policial do País encontrei esse blog q é bem diferente por ser de uma esposa de um PM e gostaria de parabeniza-la e convida-la a fazer uma parceiria. Eu ja add seu link no GUERREIROS DO RN e gostaria que fizesse o mesmo. Aguardo resposta pelo nizario_pm@hotmail.com. Meu blog é o http://guerreirosdorn.blogspot.com

Anônimo disse...

VAMOS FICAR ATENTO A PEC 300.
SE DEUS QUISER MUITA COISA VAI MELHORAR.

Tati Campêlo disse...

Estou divulgando meu novo blog
www.gastronomiaefotografia.blogspot.com
Se puder da uma passada lá!

Atenciosamente
Tati

IVAN E WILMAR disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
IVAN E WILMAR disse...

Ola boa noite tudo bem? quando tiver um tempinho acesse; www.palcomp3.com.br/ivanewilmar baixe ou ouça nossas musicas ok o nosso sucesso depende de voces.

Anônimo disse...

Boa noite!
entendo sua situação e a do Grandão, não te conheço, nem mesmo o seu marido e a FAMÍLIA, percebo que estão passando por várias TRIBULAÇÕES, e percebo também que estão sendo ABENÇOADOS por DEUS, posso afirmar que com certeza eu minha FAMÍLIA estaremos orando por vcs. o que na realidade atrapalha a Segurança Pública são perseguições.
Espero que percebam isso à tempo, pois dificilmente vejo polícia perseguindo bandido.
pense nisso

Anônimo disse...

******* ATENÇÃO COMPANHEIROS *****

*** APOSENTADORIA MAIS RAPIDA PARA POLICIAIS *****

*******************************
SUBCHEFIA DE ASSUNTOS PARLAMENTARES



PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR


Regulamenta o inciso II do § 4º do art. 40 da Constituição, que dispõe sobre a concessão de aposentadoria especial a servidores públicos que exerçam atividade de risco.




O CONGRESSO NACIONAL decreta:

Art. 1º A concessão de aposentadoria especial, de que trata o inciso II do § 4º do art. 40 da Constituição, ao servidor público titular de cargo efetivo da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios que exerça atividade de risco fica regulamentada nos termos desta Lei Complementar.

Art. 2º Para os efeitos desta Lei Complementar, considera-se atividade que exponha o servidor a risco contínuo:

I - a de polícia, relativa às ações de segurança pública, para a preservação da ordem pública ou da incolumidade das pessoas e do patrimônio público, exercida pelos servidores referidos nos incisos I a IV do art. 144 da Constituição; ou

II - a exercida no controle prisional, carcerário ou penitenciário e na escolta de preso.

Art. 3º O servidor a que se refere o art. 2o fará jus à aposentadoria ao completar:

I - vinte e cinco anos de efetivo exercício em atividade de que trata o art. 2o;

II - cinco anos no cargo efetivo em que se dará a aposentadoria;

III - trinta anos de tempo de contribuição; e

IV - cinquenta e cinco anos de idade, se homem, e cinqüenta anos, se mulher.

Parágrafo único. Aplica-se o disposto nos §§ 2º, 3º, 8º e 17 do art. 40 da Constituição às aposentadorias especiais concedidas de acordo com esta Lei Complementar.

Art. 4º Para os fins desta Lei Complementar, será considerado como tempo efetivo de atividade de risco, além do previsto no art. 2º:

I - férias;

II - licença por motivo de acidente em serviço ou doença profissional;;

III - licença gestante, adotante e paternidade;

IV - ausência por motivo de doação de sangue, alistamento como eleitor, participação em júri, casamento e falecimento de pessoa da família; e

V - deslocamento para nova sede.

Parágrafo único. Não será considerado como tempo efetivo de atividade sob condições de risco o período em que o servidor não estiver no exercício de atividades integrantes das atribuições do cargo.

Art. 5º O disposto nesta Lei Complementar não implica afastamento do direito de o servidor se aposentar segundo as regras gerais.

Art. 6º São válidas as aposentadorias concedidas até a entrada em vigor desta Lei Complementar com base na Lei Complementar nº 51, de 20 de dezembro de 1985, ou em leis de outros entes da federação, desde que atendidas, em qualquer caso, as exigências mínimas constantes da referida Lei Complementar nº 51, de 1985.

§ 1º As aposentadorias de que trata o caput e as pensões decorrentes terão os cálculos revisados para serem adequados aos termos das normas constitucionais vigentes quando da concessão.

§ 2º Na hipótese do § 1º, não haverá diferença remuneratória retroativa ou redução do valor nominal da aposentadoria ou da pensão concedida.

Art. 7º Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 8º Fica revogada a Lei Complementar nº 51, de 20 de dezembro de 1985.

Brasília,

Clique nos links abaixo:
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Projetos/Plp/2010/msg63%20-%20100219.htm

Postado por SINTSAÚDE RJ 25/02/2010

Anônimo disse...

ESPERANÇA
SE TUDO VOLTAR AO NORMAL HAVERÁ UM DIA QUE TODOS VOLTARÃO A SER FELIZES SERÁ O DIA EM QUE .´.
LULA- SERÁ SOMENTE UM MOLUSCO
RENAN- SERÁ SÓ O ÍDOLO DO VOLEI
JOBIM- SERÁ LEMBRADO SÓ PLA MÚSICA
PIRES- SERÁ SEMPRE O APOIO DA XÍCARA
GENUINO- SERÁ ALGO VERDADEIRO
GENRO - SERÁ O MARIDO DA FILHA (O)
SEVERINO - APENAS O PORTEIRO DO PRÉDIO
FREUD - VOLTARÁ A SER SÓ O CRIADOR DA PSICANÁLIZE
LOURENZETTI - SERÁ SÓ UMA MARCA DE CHUVEIRO
GREENHALLCH - VOLTARÁ A SER UM ALMIRANTE QUE PARTICIPOU DA NOSSA HISTÓRIA
DIRCEU, PALLOCI , DELÚBIO, SILVIO PEREIRA, BERZOINI, GEDIMAR, VALDEBRAN, VALDOMIRO, BARGAS, EXPEDITO VELOSO, GUSHIKEN, MARCOS VALÉRIO ETC..
SERÃO SEMPRE PRESIDIÁRIOS...
QUANDO OLHO O MEU TÍTULO DE ELEITOR , ENTENDO QUE O VERDADEIRO SIGNIFICADO DA PALAVRA '' ZONA ELEITORAL ''

Editor disse...

Olá companheiro(a)!

O Cordel da Bola de Fogo mudou de nome! Agora se chama: Policiais e Bombeiros do Brasil. Se puder atualize o meu link para darmos continuidade à parceria. O novo link é http://www.policiaisebombeirosdobrasil.blogspot.com/

Um forte abraço, sucesso em sua caminhada e
JUNTOS SOMOS FORTES!!!!

Cb BM Sardella.

Anônimo disse...

Minha irmã, estaremos em Orações pela vida e saúde do seu Marido e nosso irmão, vamos colocar a nossa Igreja e a Igreja do Bep em orações pela saúde do irmão, continue com este espaço dando a sua opinião de que vive ao lado dos homens mais valentes do mundo, pois realmente nós os Policiais do Rio de Janeiro somos verdadeiros hérois. Fique na Paz de Jesus. SGT e Pastor Maury - UP/PMERJ ou mais conhecido como BEP.